Tratamento errado de caixa de gordura pode causar danos ao meio ambiente

Um resto mínimo de óleo pode ser responsável pela contaminação de 1 milhão de litros de água. Além disso, o tratamento de esgoto impregnado é mais difícil e mais caro. A caixa de gordura necessita ser bem administrada e inclusive limpa com o passar do tempo. De acordo com o professor Márcio Saito, comissário da Agência Reguladora DAEA, o ideal era que não houvesse o descarte pelos ralos de cozinha, entretanto, como algumas vezes é inevitável, em residências a limpeza da caixa de gordura é necessária a cada uma ou duas vezes por ano, já em estabelecimentos comerciais a manutenção varia e pode ser necessária mensalmente.

 

Confira a matéria no link: http://sbtinterior.com/videos/tratamento-errado-de-caixa-de-gordura-pode-causar-danos-ao-meio-ambiente,2665489945492.html?video=v8UiH0sT7lI